domingo, 27 de junho de 2010

Não seja tão dramático!







Encerramos no dia 24 de junho a primeira etapa do Ciclo de Estudos da Dramaturgia Contemporânea. Foram 11 encontros produtivos, onde pudemos ler e discutir peças teatrais e textos teóricos.

O blog nasceu do desejo de centralizar parte das informações e acabou se tornando uma espécie de Ciclo paralelo, local de veiculação de reflexões, traduções, compartilhamentos e publicação dos textos ficcionais criados pelo grupo. O exercício das postagens foi produtivamente complementado por sua leitura crítica e redação de comentários, de forma a se estabelecer um diálogo que, na maioria dos casos, ultrapassou o juízo de valor e a apreciação puramente subjetiva para alcançar o status de análise e contribuição.

O blog está aberto para novas postagens mesmo durante as "férias" do Ciclo, portanto não chore. No segundo semestre ele deve adquirir novos contornos na medida em que mudarem os participantes e as propostas. Seus objetivos, porém, permanecerão os mesmos e, quem sabe, possa receber contribuições externas

Obrigada por prestigiar nossa tentativa eletrônica de ferir a pedra.

(Adélia Nicolete)

5 comentários:

  1. Adriano Galego Gerardi30 de junho de 2010 04:52

    NÃO SEJA TÃO DRAMÁTICO!!!!!!!!!!
    ÓTIMO!!! ÓTIMO!!!
    O Ciclo de dramaturgia contemporânea foi ótimo! Que venha o próximo!!!!!
    Obrigado Adélia!
    Um abraço a todos!

    ResponderExcluir
  2. Adorei o título tambem!!!

    Na expectativa dos proximos ciclos!!

    Bjinhus e inte!

    ResponderExcluir
  3. olha adorei o título e a foto!!!
    Que venham...

    ResponderExcluir
  4. Olá pessoas ...
    O bom de se construir etapas cíclicas, justamente, é que a cada volta da alça aprendiz vemos o todo que construímos e o que ainda temos e intuimos em possibilidades, para as futuras construções. Não ser tão dramático, é uma das grandes possibilidades que nesse aprendizado, construímos no Ciclo. Reflexão validíssima!

    Tenho certeza que na próxima curva algumas certezas cairão por terra e outras dúvidas serão nosso suporte na caminhada! Portanto, que venham os novos ciclos, sem choro ou com choro, o aprendizado é fascinante! Valeu Adélia, valeu grupo, grande abraço e boas "férias", Elaine
    (essa foto realmente dá o tom do que está por nascer...rs)

    ResponderExcluir
  5. Como disse a Elaine, que venham novos ciclos, e também novos tempos e novos mundos a serem descobertos, dentro e fora de nós.

    ResponderExcluir